Como vender implementos agrícolas?

Fu­gin­do do ób­vio, Sta­ra ino­va em cam­pa­nha de im­ple­men­tos agrí­co­las

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013 12:04 Comunicação, Propaganda

O pro­ces­so de cri­a­ção pa­ra fa­zer uma cam­pa­nha de co­mu­ni­ca­ção com o ob­je­ti­vo de ven­der im­ple­men­tos agrí­co­las po­de ser uma ta­re­fa com­pli­ca­da. O que a pro­pa­gan­da de­ve mos­trar so­bre o equi­pa­men­to? Qual é a ca­pa­ci­da­de pro­du­ti­va? Pa­ra o pro­du­tor ru­ral, as es­pe­ci­fi­ca­ções téc­ni­cas fa­zem a di­fe­ren­ça no mo­men­to de es­co­lha?

Es­tas per­gun­tas com cer­te­za po­de­ri­am ter fei­to par­te do bri­e­fing. E é bem pro­vá­vel que, se vo­cê viu al­gu­ma cam­pa­nha so­bre equi­pa­men­tos agrí­co­las, ela de­ve ter bus­ca­do res­pon­der es­tas per­gun­tas.

Mas, evi­tan­do uma so­lu­ção bá­si­ca – ou cli­chê – , a in­dús­tria de im­ple­men­tos agrí­co­las Sta­ra ino­vou e fez uma mú­si­ca (jin­gle) e um cli­pe pa­ra di­vul­gar seu no­vo equi­pa­men­to, o “Im­pe­ra­dor Sta­ra: o pri­mei­ro e úni­co pul­ve­ri­za­dor au­to­pro­pe­li­do do mun­do com bar­ras cen­trais”. Con­fi­ra o ví­deo inu­si­ta­do lo­go abai­xo.


Clipe musical para o implemento agrícola Imperador Stara

A mú­si­ca se­gue o es­ti­lo do ser­ta­ne­jo uni­ver­si­tá­rio e do ar­ro­cha, rit­mos mu­si­cais que agra­dam boa par­te do público-​alvo da cam­pa­nha e que es­tão em evi­dên­cia no mo­men­to.

A co­re­o­gra­fia da dan­ça do cli­pe, co­mo in­for­ma­do no ca­nal ofi­ci­al da em­pre­sa no You­tu­be, “sur­giu de uma brin­ca­dei­ra fei­ta nas vi­si­tas de cli­en­tes à fá­bri­ca, pois ela imi­ta o mo­vi­men­to da má­qui­na tra­ba­lhan­do”.

Gos­tou da mú­si­ca da cam­pa­nha? Cli­que aqui e fa­ça o down­lo­ad do ar­qui­vo MP3.

Pro­du­ção: Sta­ra
Cap­ta­ção de ima­gens e edi­ção: Choks

, , ,

Faça seu comentário

Utilize o formulário abaixo ou comente via Facebook.

As opiniões expressas nos comentários são de responsabilidade exclusiva de seu(s) autor(es). Os comentários poderão ser apagados caso contenham ofensas, mensagens preconceituosas, de ódio ou que estejam em letras maiúsculas. Não há moderação de opinião, independente do posicionamento. O objetivo é favorecer o debate para que o mesmo seja o mais livre possível, dentro de um mínimo de bom senso. Leia as regras.

Confira alguns trabalhos do nosso Portfólio