Papai Noel e a Coca-Cola

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012 09:52 Etc, Propaganda

O per­so­na­gem Pa­pai No­el te­ria si­do ins­pi­ra­do no bis­po Ni­co­lau, que nas­ceu na Tur­quia em 280 d.C. Co­nhe­ci­do co­mo ho­mem de bom co­ra­ção, se­gun­do a his­tó­ria, aju­da­va os po­bres dei­xan­do mo­e­das pró­xi­mas às cha­mi­nés das ca­sas. Foi san­ti­fi­ca­do, tornando-​se São Ni­co­lau, após vá­ri­as pes­so­as re­la­ta­rem mi­la­gres que fo­ram atri­buí­dos a ele.

A as­so­ci­a­ção de São Ni­co­lau ao Na­tal te­ve iní­cio na Ale­ma­nha e, em pou­co tem­po, espalhou-​se mun­do afo­ra. Nos Es­ta­dos Uni­dos re­ce­beu o no­me de San­ta Claus, no Bra­sil de Pa­pai No­el e em Por­tu­gal de Pai Natal.

O vi­su­al mais co­nhe­ci­do do Pa­pai No­el, com tra­jes ver­me­lhos com de­ta­lhes bran­cos, cin­to e bo­tas pre­tas, é mo­ti­vo de mui­ta es­pe­cu­la­ção. Há quem di­ga que a rou­pa­gem foi cri­a­ção da Coca-​Cola pa­ra uma cam­pa­nha da mar­ca na dé­ca­da de 1930. Po­rém, pa­ra mui­tos his­to­ri­a­do­res, o de­se­nho do car­tu­nis­ta ale­mão Tho­mas Nast pa­ra a re­vis­ta Harper’s We­e­klys de 1886 foi o pri­mei­ro re­gis­tro do per­so­na­gem ado­tan­do es­te padrão.


À esquerda, ilustração de Thomas Nast de 1886 para a revista Harper's Weeklys. À direita, anúncio promocional da Coca-Cola de 1931

Em 1931, a Coca-​Cola te­ria apro­vei­ta­do a re­fe­rên­cia do de­se­nho de Tho­mas Nast com as co­res ver­me­lha e bran­ca – o que foi con­ve­ni­en­te, pois são as mes­mas co­res da mar­ca e do ró­tu­lo do pro­du­to – pa­ra cam­pa­nha com o ob­je­ti­vo de pro­mo­ver o con­su­mo de Coca-​Cola no in­ver­no, pe­río­do em que as ven­das eram bai­xas na­que­la épo­ca. Com a di­vul­ga­ção em mas­sa, a ima­gem do Pa­pai No­el foi po­pu­la­ri­za­da no mundo.

Por­tan­to, se­gun­do es­ta li­nha teó­ri­ca, pode-​se con­cluir que a Coca-​Cola con­tri­buiu pa­ra di­vul­gar a ima­gem do Pa­pai No­el da for­ma co­mo a co­nhe­ce­mos, mas a mar­ca não po­de ser con­si­de­ra­da res­pon­sá­vel por tê-​la criado.

, , ,

Faça seu comentário

Utilize o formulário abaixo ou comente via Facebook.

As opiniões expressas nos comentários são de responsabilidade exclusiva de seu(s) autor(es). Os comentários poderão ser apagados caso contenham ofensas, mensagens preconceituosas, de ódio ou que estejam em letras maiúsculas. Não há moderação de opinião, independente do posicionamento. O objetivo é favorecer o debate para que o mesmo seja o mais livre possível, dentro de um mínimo de bom senso. Leia as regras.

Confira alguns trabalhos do nosso Portfólio