Uma tese sobre Tarantino

quarta-feira, 9 de novembro de 2011 10:56 Etc, Reflexão

Tarantino’s Mind, “Men­te de Ta­ran­ti­no”. O cur­ta é de 2006, um tan­to quan­to “ve­lho” pa­ra nos­sa ân­sia por no­vi­da­des. Mas, ape­sar dis­so, o fil­me es­tre­la­do por Sel­ton Mel­lo e Seu Jor­ge é óti­mo. A nar­ra­ti­va apon­ta vá­ri­as coin­ci­dên­ci­as exis­ten­tes em vá­ri­os fil­mes do di­re­tor Quen­tin Ta­ran­ti­no – de As­sas­si­nos por Na­tu­re­za até os dois vo­lu­mes de Kill Bill –, de­fen­den­do a te­se de que to­dos eles, na ver­da­de, são um úni­co fil­me.

Pa­ra quem é fã de Ta­ran­ti­no (co­mo eu) – e, tam­bém, pa­ra quem não é –, va­le a pe­na as­sis­tir. E, pa­ra quem já viu es­te ví­deo, va­le o “re­play”.

Avi­so: an­tes de exe­cu­tar o ví­deo abai­xo, in­for­mo que, por se tra­tar de uma aná­li­se de Ta­ran­ti­no, o fil­me apre­sen­ta ce­nas de vi­o­lên­cia e pa­la­vrões.


Tarantino’s Mind debate a produção do diretor Quentin Tarantino

Tam­bém é im­por­tan­te exal­tar aqui a ex­ce­len­te di­re­ção e ro­tei­ro da 300ML e a pro­du­ção sim­ples e pri­mo­ro­sa da Re­pu­bli­ka Fil­mes.

,

Faça seu comentário

Utilize o formulário abaixo ou comente via Facebook.

As opiniões expressas nos comentários são de responsabilidade exclusiva de seu(s) autor(es). Os comentários poderão ser apagados caso contenham ofensas, mensagens preconceituosas, de ódio ou que estejam em letras maiúsculas. Não há moderação de opinião, independente do posicionamento. O objetivo é favorecer o debate para que o mesmo seja o mais livre possível, dentro de um mínimo de bom senso. Leia as regras.

Confira alguns trabalhos do nosso Portfólio