O que é “comunicação inteligente”?

Con­fi­ra mi­nha de­fi­ni­ção pes­so­al pa­ra con­cei­tu­a­li­zar es­ta expressão

segunda-feira, 8 de março de 2010 13:45 Comunicação, Marketing

Numa primeira impressão, muitas pessoas podem julgar que a associação do próprio nome – no caso, o meu – ao termo “comunicação inteligente” soa como uma expressão arrogante ou presunçosa. Porém, essa não é a intenção. O objetivo, ao unir essas duas palavras – comunicação inteligente –, é criar conexões de significados para formar e descrever, de forma rápida e objetiva, o conceito fundamental que orienta a filosofia do meu trabalho.

Mas afinal, o que é comunicação inteligente?

Primeiro, vou utilizar um dicionário para encontrar os significados das palavras comunicação e inteligência.

Comunicação
1 Ação, efeito ou meio de comunicar. 2 Aviso, informação; participação; transmissão de uma ordem ou reclamação. 3 Relação, correspondência fácil; trato, amizade. 4 (Sociologia) Processo pelo qual idéias e sentimentos se transmitem de indivíduo para indivíduo, tornando possível a interação social. 5 (Militar) Meios para conservar as relações entre diversos exércitos ou corpos de exército que operam conjuntamente.

Inteligência
1 Faculdade de entender, pensar, raciocinar e interpretar; entendimento, intelecto. 2 Compreensão, conhecimento profundo. 3 (Filosofia) Princípio espiritual e abstrato considerado como a fonte de toda a intelectualidade. 4 (Psicologia) Capacidade de resolver situações novas com rapidez e êxito (medido na execução de tarefas que envolvam apreensão de relações abstratas) e, bem assim, de aprender, para que essas situações possam ser bem resolvidas. 5 (Militar) Serviço de informações.

Depois, vou emprestar um pouco o conhecimento de A Arte da Guerra, de Sun Tzu. Para os militares, inteligência é uma disciplina fundamental para o processo de tomada de decisão dos movimentos e das ações de um exército. É através dela que são captadas as informações e projetados os cenários que definirão o planejamento estratégico e tático em todos os momentos – durante o tempo de paz, transição à guerra e durante a guerra.

Portanto, apesar da explicação ser suscinta, eu conceitualizo comunicação inteligente como a aplicação das técnicas da inteligência militar na comunicação com o objetivo de trabalhar de forma estratégica e planejada, superando o diagnóstico das soluções comuns, visando, também, estabelecer uma metodologia de trabalho organizada, flexível e eficaz para alcançar o melhor resultado possível diante das limitações impostas, buscando valorizar as empresas – seus produtos e serviços –, construir marcas fortes e solidificar posicionamentos junto aos públicos de interesse.

, , , , , ,

Faça seu comentário

Utilize o formulário abaixo ou comente via Facebook.

As opiniões expressas nos comentários são de responsabilidade exclusiva de seu(s) autor(es). Os comentários poderão ser apagados caso contenham ofensas, mensagens preconceituosas, de ódio ou que estejam em letras maiúsculas. Não há moderação de opinião, independente do posicionamento. O objetivo é favorecer o debate para que o mesmo seja o mais livre possível, dentro de um mínimo de bom senso. Leia as regras.

Confira alguns trabalhos do nosso Portfólio