Hora do planeta

sábado, 28 de março de 2009 16:30 Etc, Reflexão

Hoje, a partir das 20h30, acontecerá a “Hora do planeta”, ação promovida pela WWF em protesto ao aquecimento global, fruto, principalmente, da degradação da natureza promovida pelos homens. Um dos objetivos do movimento é conquistar um grande número de simpatizantes para “apoiar” a causa. Por esse e outros motivos, o assunto está em grande evidência nos últimos dias, sendo amplamente divulgado e discutido nos meios de comunicação, com destaque para a internet e a blogsfera.


Comercial da campanha da Hora do Planeta

Apesar da importância do tema, a campanha não traz grandes novidades. Como ato simbólico, tem seu “efeito moral” momentâneo. Mas, para muitos, serve apenas para provar, para nós mesmos, que a dedicação da humanidade em preservar o mundo é bem menor do que realmente deveria ser. Limitar-se a apagar uma luz por um pequeno período de tempo não mudará o planeta para melhor. Porém, para algumas pessoas, o ato servirá como um pretexto para que elas possam dizer “fiz minha parte”.

Por outro lado, a mobilização pode mostrar para os governantes e para as grandes empresas poluidoras – principalmente as indústrias – que as pessoas estão muito preocupadas com as conseqüências do aquecimento global e, de alguma forma, desejam que a realidade seja mudada.

Agora, basta esperar a hora chegar e ver o que realmente acontecerá daqui para frente. Será que a consciência – das pessoas, das empresas e dos governos – vai mudar e a preservação do planeta irá receber a devida importância, ou a ação servirá apenas como foco dos “holofotes” da imprensa, “iluminando” por poucos instantes a mente das pessoas e, depois, como já ocorreu em outras oportunidades, irá se apagar rapidamente como um acontecimento de pouco valor?

, , , , , , ,

Faça seu comentário

Utilize o formulário abaixo ou comente via Facebook.

As opiniões expressas nos comentários são de responsabilidade exclusiva de seu(s) autor(es). Os comentários poderão ser apagados caso contenham ofensas, mensagens preconceituosas, de ódio ou que estejam em letras maiúsculas. Não há moderação de opinião, independente do posicionamento. O objetivo é favorecer o debate para que o mesmo seja o mais livre possível, dentro de um mínimo de bom senso. Leia as regras.

Confira alguns trabalhos do nosso Portfólio