Eu sou o bom!

sexta-feira, 20 de Março de 2009 11:13 Etc, Reflexão

Com uma frequên­cia ca­da vez mai­or, te­nho no­ta­do que al­gu­mas pes­so­as que aca­bo co­nhe­cen­do no dia a dia, tan­to atra­vés do meu tra­ba­lho co­mo em re­la­ções pes­so­ais, têm o pés­si­mo há­bi­to de que­rer se va­lo­ri­zar. Es­sa ati­tu­de nar­ci­sis­ta, na mai­o­ria dos ca­sos, é be­né­fi­ca ape­nas ao ego do pró­prio in­di­ví­duo – e, mui­tas ve­zes, não é.

Ge­ral­men­te, quan­do al­guém ex­põe com mui­ta in­ten­si­da­de as su­as qua­li­da­des, de­mons­tra cer­ta in­se­gu­ran­ça em re­la­ção a sua com­pe­tên­cia, o que aca­ba ge­ran­do des­con­fi­an­ça nas pes­so­as. Além dis­so, es­sa ca­rac­te­rís­ti­ca de se au­to­va­lo­ri­zar é con­si­de­ra­da por mui­tos co­mo uma pos­tu­ra de­se­le­gan­te. As­sim, aque­les in­di­ví­du­os que agem des­sa for­ma po­dem aca­bar ro­tu­la­dos co­mo cha­tos ou in­con­ve­ni­en­tes – além de ou­tras coi­sas pi­o­res.

Ado­tar o dis­cur­so “eu sou o bom” é tão des­pre­zí­vel co­mo re­al­men­te ser uma pes­soa des­pre­zí­vel por não ter al­gu­ma qua­li­da­de in­te­res­san­te. Aque­les que acre­di­tam que to­dos vão fi­car bo­qui­a­ber­tos pe­las van­ta­gens con­ta­das em al­gu­ma ro­di­nha de “ami­gos”, um even­to qual­quer – nor­mal­men­te os in­sig­ni­fi­can­tes –, nu­ma reu­nião de tra­ba­lho, ex­põem uma per­so­na­li­da­de me­dío­cre. Des­sa for­ma, qual­quer qua­li­da­de que for apre­sen­ta­da por um “super-​homem”, por mais que te­nha gran­des mé­ri­tos e va­lo­res, po­de­rá ser en­ca­ra­da co­mo um pon­to ne­ga­ti­vo, cri­an­do an­ti­pa­tia e de­sin­te­res­se pa­ra qual­quer diá­lo­go.

Por fim, co­mo diz o po­vo, quem fa­la de­mais nem sem­pre diz a ver­da­de.

, , , , , , , ,

Faça seu comentário

Utilize o formulário abaixo ou comente via Facebook.

As opiniões expressas nos comentários são de responsabilidade exclusiva de seu(s) autor(es). Os comentários poderão ser apagados caso contenham ofensas, mensagens preconceituosas, de ódio ou que estejam em letras maiúsculas. Não há moderação de opinião, independente do posicionamento. O objetivo é favorecer o debate para que o mesmo seja o mais livre possível, dentro de um mínimo de bom senso. Leia as regras.

Confira alguns trabalhos do nosso Portfólio