Por que blogamos?

quinta-feira, 18 de setembro de 2008 10:35 Etc, Reflexão

Mes­mo sa­ben­do que ho­je ape­nas al­guns pou­cos ami­gos e in­ter­nau­tas “per­di­dos” es­tão len­do o meu blog, o que me le­va a fa­zer es­se tra­ba­lho é o ato de po­der ex­pres­sar e re­gis­trar mi­nhas idéi­as e opi­niões. Além dis­so, es­pe­ro que, com o tem­po e após fa­zer uma cam­pa­nha que ain­da es­tou pla­ne­jan­do pa­ra di­vul­gar es­se no­vo en­de­re­ço do blog, ob­te­nha co­mo re­sul­ta­do um in­cre­men­to de vi­si­tan­tes – não só pe­lo vo­lu­me nu­mé­ri­co, mas tam­bém pe­la qua­li­da­de – e, prin­ci­pal­men­te, que con­si­ga o ob­je­ti­vo de par­ti­lhar os pen­sa­men­tos e de­ba­ter so­bre vá­ri­os as­sun­tos. Es­sa é a fi­na­li­da­de de qual­quer blog: re­a­li­zar a co­mu­ni­ca­ção pro­pri­a­men­te di­ta, com emis­sor, có­di­go, men­sa­gem, meio, re­cep­tor e fe­ed­back.

De­pois de mu­dar o no­me e o link do blog al­gu­mas ve­zes e de mantê-​lo pa­ra­do – e fo­ra do ar – por apro­xi­ma­da­men­te 6 me­ses, sei que es­tou co­me­çan­do o tra­ba­lho do ze­ro. Freqüên­cia de atu­a­li­za­ção é uma das va­riá­veis mais im­por­tan­tes pa­ra o su­ces­so de qual­quer pá­gi­na da in­ter­net. Por is­so, pre­ten­do es­cre­ver men­sa­gens qua­se to­dos os di­as e sem me res­trin­gir a as­sun­tos li­ga­dos com co­mu­ni­ca­ção ou pro­pa­gan­da. Só não pro­me­to que irei es­cre­ver aos fi­nais de se­ma­na. To­dos me­re­cem des­can­so e eu não sou o Lu­cas Li­ma, “blo­guei­ro pro­fis­si­o­nal” e ma­ri­do da Sandy.

Acre­di­to no va­lor dos blogs co­mo fer­ra­men­ta de co­mu­ni­ca­ção. Vi­si­to e leio al­guns pra­ti­ca­men­te to­dos os di­as – me­nos aos fi­nais de se­ma­na. E, sei que mi­lhões de pes­so­as pen­sam co­mo eu. E não ape­nas pes­so­as, co­mo tam­bém gran­de cor­po­ra­ções, in­dús­tri­as e veí­cu­los de co­mu­ni­ca­ção tra­di­ci­o­nais, que es­tão sen­tin­do no dia-​a-​dia a for­ça da blogs­fe­ra. To­dos que­rem blo­gar, se­ja por de­se­jo ou por ne­ces­si­da­de. Por to­dos es­ses mo­ti­vos e por es­tar en­tran­do na fa­se fi­nal de um cur­so de Co­mu­ni­ca­ção nas Or­ga­ni­za­ções, vou de­sen­vol­ver meu tra­ba­lho fi­nal abor­dan­do o blog co­mo fer­ra­men­ta de co­mu­ni­ca­ção in­ter­na das em­pre­sas com seus fun­ci­o­ná­ri­os, su­as ca­rac­te­rís­ti­cas, os prós e con­tras, etc.

Com a re­a­li­za­ção des­se tra­ba­lho pre­ten­do con­tri­buir não ape­nas pa­ra me­lho­rar o meu blog, mas tam­bém pa­ra in­cen­ti­var a cri­a­ção de no­vos blogs e aju­dar na me­lho­ra­ria de blogs de ami­gos. Sem de­ma­go­gia, ló­gi­co que co­mo pro­fis­si­o­nal de co­mu­ni­ca­ção pen­so tam­bém nas opor­tu­ni­da­des de tra­ba­lho que po­dem sur­gir e na pos­si­bi­li­da­de de ga­nhar di­nhei­ro com is­so.

Pa­ra en­cer­rar, in­de­pen­den­te de al­guém ler ou não o tex­to, con­ti­nu­a­rei blo­gan­do. Fa­ço is­so e con­ti­nu­a­rei fa­zen­do, pois tu­do o que é pu­bli­ca­do aqui no blog fi­ca ar­qui­va­do. As­sim, um dia al­gum lei­tor en­con­tra­rá tex­tos e in­for­ma­ções que po­de­rão ser re­le­van­tes ou, até mes­mo, não ser, mas que es­ta­rão dis­po­ní­veis pa­ra que pos­sa ler e con­cor­dar ou não com a mi­nha opi­nião. Além dis­so, ele po­de­rá co­men­tar a res­pei­to a qual­quer mo­men­to. E nes­se pon­to o blog é di­fe­ren­te em re­la­ção aos veí­cu­los tra­di­ci­o­nais, co­mo TV e im­pren­sa, por­que é mais fle­xí­vel, ba­ra­to e de­mo­crá­ti­co.

, , , , , , , ,

Faça seu comentário

Utilize o formulário abaixo ou comente via Facebook.

As opiniões expressas nos comentários são de responsabilidade exclusiva de seu(s) autor(es). Os comentários poderão ser apagados caso contenham ofensas, mensagens preconceituosas, de ódio ou que estejam em letras maiúsculas. Não há moderação de opinião, independente do posicionamento. O objetivo é favorecer o debate para que o mesmo seja o mais livre possível, dentro de um mínimo de bom senso. Leia as regras.

Confira alguns trabalhos do nosso Portfólio